Posted by : RodrigoPatoDonald quarta-feira, outubro 14, 2015

“Vem meu coração, passear na multidão cantando assim....”



Bacanudos e bacanudas do meu Rampage. Tudo bem com vocês? Depois de uma pausa necessária de matérias (por motivos pessoais), venho por meio desta expressar um assunto conveniente para todos. Eu vou ser honesto. A toku-net tem sido um lugar bem estranho nesses últimos meses. Um lugarzinho meio que insuportável de ficar. Eu, por exemplo, resolvi dar um tempo de tokus e estou assistindo uma novela (Pantanal) e uma minissérie (Ilha das Bruxas), que tenho em DVD. É bom mudar de ares um pouco.

Agora vocês devem estar se perguntando: “Mas Pato, por que essa mudança TÃO radical? Por que trocar tokus, que diverte mais e tu conheces mais gente que gosta de tokus do que de novelas, que é algo tão fútil e não acrescenta em nada?”. Sim! As novelas de hoje em dia estão uma lástima. Estão vazias. Sem nenhuma atração. É sempre a mesma coisa vez após vez. E é claro que os tokus tem MUITO mais atrativos que uma novela. Mas, na atual fase da toku-net, uma novela do porte de Pantanal (que foi um marco na nossa teledramaturgia) não pode e NEM deve ser dispensada para assistir tokusatsus (tanto atuais como antigos). E, acreditem. Andei pesquisando e observando por essa toku-net que tem MUITA, mas MUITA gente “trocando” tokus por outra forma de entretenimento (seja por doramas, séries americanas, animes estadunidenses e japoneses, novelas, livros e etc...). Não os estão abandonando, claro! Só dando um tempo!

Eu mostrei alguns prints para alguns amigos meus psicólogos e estudantes de psicologia para colher opiniões variadas (sim... sempre recolho opiniões de especialistas das áreas em que pretendo apresentar uma matéria) e assim, formar um texto lógico e coerente. Com base no meu conhecimento de psicologia humana, mais da minha psiquiatra e de mais da minha amiga que é estudante de psicologia, consegui aproveitar o máximo que posso de traçar o perfil da MAIORIA dos toku-fãs na internet, PRINCIPALMENTE em grupos de tokusatsus japoneses no Facebook, que foi a minha principal fonte de matéria-prima.

Uma coisa que vou deixar BEM salientado desde já é que, o objetivo PRINCIPAL dessa matéria NÃO é humilhar ninguém, não praticar cyber-bullying e nada semelhante a essas coisas. O objetivo é exclusivo fazer com que você, leitor, reflita sobre como vai agir. Como vai se portar daqui em diante. Como vai encarar a forma de ser toku-fã na net. Como se comportar diante de atores japoneses de tokusatsus, visto que MUITOS desses mesmos atores possuem perfis no Facebook e estão sempre adicionando fãs brasileiros. E é para ver se mudamos pelo menos um pouco a (má)fama que temos no exterior.

Primeira coisa que vamos analisar: será que aquele que se diz toku-fã é um toku-fã de verdade ou é fã da sua série de infância? Vamos analisar esses print:




 Percebe-se que um dos cidadãos NEM sabia que tokusatsus de super-heróis japoneses continuam sendo feitos no Japão. Outro usou a série Jiraiya como referência, sendo que o foco de Ninninger não tem o Jiraiya como principal, mas, ele simplesmente fará uma participação especial. Simples assim. E o mais interessante disso tudo, a paixão por uma série que marcou a infância fez o cidadão fazer insinuações de uma suposta “segunda temporada”. Ele não quer uma série nova a cada ano. Ele quer uma nova temporada da mesma série ano após ano. Ele esquece que séries de tokusatsus de super-heróis com poderes mirabolantes no Japão são algo que se renova a cada ano. Uma coisa que um toku-fã tem que entender é que, uma série tokusatsu de super-herói NO Japão NÃO é feita SÓ para agradar a visão daqueles que assistem. Elas são feitas para venderem brinquedinhos. Se foi assim na nossa infância (vão me dizer que vocês não consumiam produtos de tokusatsus nas suas infâncias?), imagine hoje, que a sociedade mundial está MAIS consumista? Ou seja, vou repetir o que já disse num grupo de tokus faz um ano atrás: “Tokus, antes de serem obras-de-arte, são máquinas de caça-níqueis!”. Pronto! Para por aí! Não adianta ficar espalhando por aí “deviam fazer uma nova série do Jiraiya”, “tinham que homenagear o Jaspion” ou “está na hora de se fazerem uma série para juntar os ‘melhores’ sentais (SIC): Changeman, Flashman e Maskman!” e coisas do tipo. Tais tipos de comentários não passam de devaneios e só faz aumentar o tão nojento cyber-bullying que tem por aí aos baldes. Ou seja, aprendam a opinar sem se basear por hipóteses levantadas pela nostalgia. Isso vai contribuir e MUITO para uma toku-net mais sadia e vai evitar rixas desnecessárias. Agora, se a pessoa que se diz toku-fã não comenta sobre tokusatsus, mas, só de séries que via na infância, sempre com o intuito de exaltá-las e mostra-las superiores as outras produções mais antigas e mais atuais, permitem-me usar um pouco de soberba e ousadia, mas, digo que tais pessoas NÃO são toku-fãs, mas fãs de séries da sua infância. Pode ter sido áspero da minha parte dizer isso, mas, a verdade tem que ser dita. E é aí que entra o segundo ponto que quero lhes falar: MEDO.

MEDO de quê? Sim! A MAIORIA que se diz que é toku-fã, na verdade, tem MEDO de assistir outras produções de outras épocas e GOSTAR delas e DESGOSTAR das que marcaram a infância deles. Eles têm medo que novas produções pudessem chegar nas nossas TVs, Cinemas e Streammings e tomar o lugar delas. Lembram-se de Ryukendo quando estreou na nossa TV? Acreditem se quiser! Teve campanha no finado Orkut com gente se mobilizando para fazerem um abaixo assinado pedindo para a Rede TV tirar Ryukendo do ar e botar Changeman e Cia no lugar, mesmo sabendo que Ryukendo era a atração que mais dava audiência da casa (a sua primeira apresentação deu em média, 6 pontos no ibope, o que é, para o padrão RedeTV, MUITA coisa). Agora, com qual propósito eles queriam Changeman no lugar de Ryukendo? Quem sabe! O certo é que tais toku-fãs tinham medo que Ryukendo “usurpasse” o posto que era de Changeman-Jaspion de serem os tokus de toda uma geração.

E isso vem de outro erro dos que se dizem toku-fãs: EGOÍSMO. Eles não queriam que uma nova geração se formasse com seus heróis. Eles queriam empurrar para a nova geração, os seriados que marcaram a infância deles na marra. Eles esquecem que cada geração reage de um jeito as novidades. Imaginem se nossos pais fizessem abaixo-assinados para que tirassem Jaspion-Changeman e colocassem National Kid- Robô Gigante? E como sei que tem MUITA gente que não curte tais seriados por acharem “capengas” demais, então, é bem provável que NEM iria gostar de Changeman-Jaspion se os vissem pela primeira vez hoje, beirando aos 35 anos. Então, uma dica bacana para vocês é: permitam que as novas gerações descubram seus heróis. Por mais que vocês gostem das séries que lhes marcaram, não é justo forçar a nova geração a aceitarem esses seriados na marra. Tudo bem apresentar para essa geração, uma série ou outra que lhes marcaram a infância. Mas, ao invés de usarem frases do tipo “Jaspion é o melhor metal hero que existe”, ou “Changeman é o melhor sentai que existe” ou “Black é o melhor Kamen Rider de todos os tempos”, usem frases do tipo “eu assistia tal seriado quando criança e eu gostava muito”. TENTEM apresentar séries que vocês não assistiam nas suas juventudes para que essa geração conheça e assim, ampliarem seus conhecimentos. Afinal, o mundo dos tokusatsus japoneses possuem 60 anos de história, e NÃO 6 anos, como foi a nossa geração. Por isso, é prudente evitarmos exaltar que “tudo na minha infância é o melhor” e “só o que eu vi no passado é que presta” para não espantar novos toku-fãs.

E outra coisa que é bom falar e que tem gente que precisa saber é: NÃO tenham medo de opinar! NÃO tenham medo de debater! O perfil da MAIORIA dos toku-fãs na net tem sido desse tipo nesses prints:





Percebem o grau de leviandade dos comentários? O brasileiro na Toku-net tem medo de conhecer novas coisas, de pedir opiniões e trocar ideias. A participação da MAIORIA dos toku-fãs na Toku-net tem sido essa: Printar uma imagem do tokusatsu que viu na infância, vem outra pessoa comentar o nome do personagem, o nome do golpe que tal personagem usa, o nome da série em que ele aparece e sempre um adjetivo que exalta tal personagem a patamar de “Deus no céu e (herói-série) na Terra”. É errado exaltar seus heróis favoritos? Claro que não! MUITO pelo contrário! Mas, para não espantar a nova geração, seria prudente mostrar um pouco mais de conhecimento. Não se mostrar vazio sobre os tokus. E printar as imagens de séries que marcaram as suas infâncias e floodar grupos de Facebook e fóruns de tokusatsus com essas imagens printadas não fazem de você um apaixonado por toda forma de toku e que tem um grande conhecimento. Muito pelo contrário. Isso só faz as pessoas se afastarem dos tokus (principalmente a nova geração, que precisa conhecer os tokus e já sofrem preconceito com isso) e agirem com vocês de forma pejorativa (muitos até mesmo usam o termo que vocês tanto detestam: “viúvas”). Criar debates, entrar em debates, opinar e discutir de forma civilizada faz vocês perderem o medo de conhecerem coisas novas e diferentes e saírem do marasmo. E uma coisa que vocês precisam saber é: NINGUÉM é melhor do que ninguém. NINGUÉM sabe mais do que ninguém. Somos todos iguais. Assistir os tokusatsus de super-heróis japoneses é um aprendizado constante. Eu não sei mais do que ninguém. Estou sempre aprendendo, perguntando, debatendo, opinando para justamente aprender a divulgar os tokus como um todo, e não ficar preso ao que foi exibido aqui na nossa geração de 87-93. Cometo falhas? SIM! Cometo MUITAS falhas!! Já dei MUITAS opiniões e informações erradas por aí! E eu desisti de pesquisar sobre tokus por causa disso? De opinar? De informar? Resposta óbvia, né? Estou aqui pesquisando e lhes informando! :D

E o último ponto que quero deixar salientado como vocês é mais um conselho do que qualquer outra coisa: CUIDADO de como vocês agem nos perfis de atores de tokus (principalmente os das suas infâncias). Os brasileiros já não possuem uma das melhores famas no exterior. Tal conduta se dá pelo fato dos brasileiros serem inconvenientes para com os estrangeiros, principalmente os japoneses, que são, em sua vasta maioria, um povo discreto e pacato, avesso à popularidade e show business. O que eu percebi em perfis de dois atores de tokus de séries que marcaram nossa infância foram um festival de inconveniência bem grande. Vamos pegar o Hiroshi Watari (Spielvan), por exemplo. A cada post dele, é sempre a mesma coisa: alguém comentando o nome de um personagem que ele fez e o nome da série. Sorte de vocês que ele é na dele e releva. Mas os fãs de Tota Tarumi (Red Flash) já não tiveram a mesma sorte. Ele já se sentiu incomodado com MUITOS fãs BRASILEIROS e já distribuiu algumas patadas no perfil pessoal dele. Por quê? Porque os fãs brasileiros SÓ sabem falar de Red Flash com ele. Ele posta uma foto dele com um pássaro, as pessoas só sabem chamar “Red Flash <3”, “Red Flash, o nosso herói” e etc e isso o incomodou. Me lembro de uma fã que passava o dia inteiro printando imagens de Flashman, postando no Face e marcando o Tota em TODAS (mais de 100 por dia). Fui aconselhá-la a parar com isso, pois o Tota já estava se irritando e ela foi lá e me bloqueou. E outra coisa: evitem falar em Português com eles. Por mais que tenham sido adicionados, eles não têm a obrigação NENHUMA de falar na língua da gente. Afinal, se não fosse por vocês mandarem solicitação de amizade, eles NEM tomariam consciência de nossas existências. Agora, como foram vocês que mandaram solicitações, o justo seria vocês falarem no idioma natal deles (tem Google Translator para isso, que quebra um galhão e eles entendem) ou senão, usem o inglês, que é um idioma universal e eles sabem usar. E outra dica conveniente: só falem de tokus com eles se eles postarem algo de tokus nos Facebooks deles. Se eles postarem alguma foto aleatória, EVITEM falar de tokus. Eu vou lhes dar dois exemplos: eu tenho dois atores Tokus no meu Facebook, o Keiya Asakura (Blue Turbo, de Turboranger) e o Teruaki Ogawa (Sasuke, de Kakuranger) e interagimos de boa nos nossos Facebooks. Por quê? Eu NUNCA falei de tokus com eles e, por causa disso, nós sempre interagimos de maneira harmoniosa. Eu os respeitando e eles me respeitando. O Keiya, quando arruma tempo para entrar no Facebook, até já faz piadas comigo quando comento algo dele.  Viram como é simples?

Encerro essa matéria torcendo que a mesma toque o coração e a mente daqueles que se dizem toku-fãs e que eles se tornem fãs de verdade. Espero que eles aprendam a respeitar outras séries diferentes das suas infâncias e os fãs de gerações de séries diferentes. Vamos lá, gente! Leiam, pesquisem e opinem! Vão fazer bem para vocês! E lhes garanto que vocês vão ajudar a trazer novos toku-fãs!

E mais uma dica legal! Nós, do Rampages Subs, estamos apoiando o Dia do Tokusatsu que vai ser realizado no dia 03 de Novembro, em celebração dos 30 anos de nossas amadas séries Jaspion-Changeman. Contamos com a participação de vocês para celebrar o dia com muita alegria e modéstia. XD

SOLDIERS! CHEER UP!


:)

{ 16 comentários... leia abaixo, ou comente }

  1. Espero que nossos toku-fãs abram suas cabeças para assistirem novas séries epoder opinar junto com agente... Eu mesmo só queria saber de séries da minha infância e depois de ser uploader do Tokuschool por um tempo tomei gosto por séries que eu nem sabia que existia... Hoje vejo muitos estilos de séries japonesas e gosto muito deixo um abraço à todos e um agradecimento ao Rodrigo pela bela matéria para poder-mos debater aqui.

    ResponderExcluir
  2. Cara eu parei de discutir com fãs nostálgicos a muito tempo e o pior gente passou dos 25 pra cima que deveria ter um pouco mais de discernimento ao discutir seu gosto sobre series e afins, seu gosto não é a verdade absoluta.

    Um ponto a observar que este preconceito que Ryukendo teve algo similar mais diferente (se possível ^^) rolou com Naruto, quando o mesmo veio para o Brasil - dublado - "fãs" boicotaram a exibição falando atrocidades: dublado é ruim, vai ter cortes, prefiro legendado, dublar perde a essência etc.
    Pelo simples fato deles perderem a prioridade de algo que eles gostam e o mesmo cair no gosto popular, no final o tiro saiu pela culatra hoje exibição de animes é praticamente nula, Naruto tinha potencial de cair no gosto popular como Dragon Ball, Pokemon, Cavalheiros entre outros e praticamente ficou bem conhecido para as pessoas que assistem animes pela internet, resumo disso tudo produções infantis estão sumindo da tv aberta.

    Novelas um ponto a salientar que as atuais tem qualidade algumas melhor que as antigas, mas tanto clichês, historias já contadas, complete com uma trama que sempre acontece em todas novelas, acabou deixando o publico saturado de novelas, além da concorrência dos jogos, internet, serviços de streaming ai entramos em algo que afeta a tv em um todo.

    ps: sumiu do skype

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara não se iluda TVs aberta e paga só vivem de sensacionalismo, reprises e propagandas pois somente o que é bom como os animes sofrem censura, o que tá salvando mesmo é o streaming

      Excluir
  3. Concordo em termos com a sua análise. Acho que quem fica preso só aos tokusatsus que viu na época da Manchete desprezando as séries mais recentes perde tanto quanto os que menosprezam as antigas.

    Há produções boas e ruins em todas as épocas (e isso se refere a tokusatsu, filmes, séries, desenhos, animes, livros... e novelas). Eu prefiro correr atrás do que considero bom e interessante, independente do ano em que foi produzido.

    E justamente falando em novelas acho que você cometeu o mesmo erro daqueles que acusa. Ao dizer que as novelas de hoje são uma lástima, você está generalizando tanto quanto o sujeito que acha que Changeman é o único sentai bom. Há também boas novelas na atualidade, a diferença é que a linguagem mudou bastante, como em todas as mídias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu falo que as novelas de hoje estão uma lástima, me refiro ao fato de elas usarem os mesmos temas vez após vez nos últimos anos. Uma coisa que eu já escrevi num grupo de novela citando 3 autores consagrados como exemplo. Nas novelas desses autores, vamos encontrar a mesma coisa vez após nos últimos 15 anos:

      - Manoel Carlos: Uma Helena que mora no Leblon, que tem uma irmã ou uma filha problemática, que se envolveu, se envolve ou se envolverá com um personagem do José Mayer, e que tem um Dr. Moretti na família e que vai apresentar um casal hétero, cujo um dos cônjuges vai trocar o parceiro(a) para viver um romance com alguém do mesmo sexo.

      - Glória Perez: uma mocinha de um determinado povo que sempre vai se chocar com a sua cultura para viver um romance proibido com um homem que o seu povo vai contra e que vai sempre abordar de forma realista alguma coisa de nível social como tráfico (humano ou de drogas) ou corrupções (políticas e científicas).

      - Gilberto Braga: Duas vilãs que disputam entre si para saber quem é que vai ferrar a mocinha primeiro (e isso é desde Vale Tudo) e que, no meio da novela, vai levantar a bandeira da causa LGBT ("vocês vão ter que engolir os gays na marra! Abaixo a homofobia!") e que, quando vê que o negócio desandou, apela para o famoso "quem matou".

      Quando eu disse que as novelas de hoje estão uma "lástima", não foi no sentido de dizer que TODAS não prestam. Mas, foi no sentido da falta de inovação e de construção de enredo, sempre usando a mesma fórmula, fazendo com que as novelas (principalmente as globais) perdessem público. Existe MUITAS novelas da atualidade que são boas (Já assisti Vidas Opostas, Caras e Bocas, Corações Feridos e Carrossel remake, por exemplo, por fugirem do protótipo de novelas convencionais apresentadas ao mesmo tempo). Algumas da atualidade, como Cabocla, eu planejo até adquirir os DVDs. Mas, analisando o perfil das últimas novelas apresentadas, acredito que elas estejam uma "lástima" por justamente não apresentar alguma inovação, fazendo com que as pessoas mudem de mídia e que as emissoras (principalmente a Globo) realize um fracasso atrás da outra. Entendeu, Ricardo?? Espero que me desculpe por não saber me expressar no texto com relação ao assunto novela. :)

      Excluir
  4. Se não me engano o sujeito do post do "Change Drago" e essa moça do caso do Tota Tarumi, não sei como dizer, mas acho que são "café com leite". Já interagi com eles algumas vezes.

    ResponderExcluir
  5. ainda bem que sou otaku pois ter mente fechada igual esses tokufãs elitistas ninguém merece

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Kenshiro.
      Primeiramente, agradecemos a sua interação aqui no blog. No entanto, preciso pedir para que utilize uma linguagem moderada ao expressar as suas opiniões. Vamos evitar ofensas diretas e palavrões fortes, por favor.
      Outra coisa que seria bom observar, é que este é um grupo voltado completamente para o entretenimento. Gostaria que evitasse comentários de cunho político, até mesmo porque, isso é irrelevante para os assuntos tratados aqui.
      Muito obrigado pela compreensão.

      Excluir
  6. só vi esse post agora. bom, comecei a REVER tokusatsus (obviamente pelos que passaram no Brasil primeiro) lá por 99/2000. em 2001 comprei meu primeiro PC (sério, e olha que eu nasci em 1984 ein) e ficava ultra feliz só por poder baixar a abertura de sharivan em wmv de 10 mb, com uma conexão discada que levava horas pra terminar kkkkk

    no começo, bem no começo mesmo, eu meio que agia que nem esses caras aí. só que minha curiosidade (e frustração por não ver) o que ainda passava no Japão era maior. baixei musicas dos outros sentais, pra saber como era a abertura, pesquisei sobre o gênero metal hero, Kamen Rider... enfim.
    por fim, em 2003, fui no meu primeiro evento de anime (anime friends, que por sinal foi a primeira edição) e lá tive a oportunidade não só de ver os tokus antigos, como muito material de série que não tinha no Brasil. acho que, pra mim, isso foi o "estopim" em virar um verdadeiro fã de Tokusatsu: aquele que vai atras de tudo, e não só de "changiman" e "jaspioum" porque é saudosista.

    sim, é triste ver como esse pessoal age na internet. eu mesmo era inscrito em uns 5 canais de tokusatsu no facebook. hoje tenho 2 e olhe lá, porque não aguentava mais a cada 5 minutos receber posts de jaspion isso, jaspion aquilo na minha timeline. esse povo ainda tem a mente limitada, a ponto de xingar quem apenas sugerir que assista uma série que não passou por aqui...

    por fim, eu ainda tenho esperanças quanto a essa gente, e explico porque: assim como eu lá no começo de 2000 também era limitado ao saudosismo (tudo bem que menos que essa galera de hoje kkk) acredito que eles tbm se libertem daqui a algum tempo. o saudosismo é a porta de entrada pra muita gente. vide otakus e seus saint seiyas, dbz (das quais sõ fã declarado, mas não me limito a esses animes por saudosismo)...

    em um dado momento teremos uma divisão: os saudosistas que são apenas isso, sumirão porque enjoarão do tema Jaspion. os que realmente são fãs, eventualmente procurarão material inédito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ficar na torcida para que o povo tome tenência, Ricardo..... :D

      Excluir
  7. Mas nao teve boicote.
    http://www.jbox.com.br/2009/04/16/ryukendo-mantem-otima-audiencia/
    Para Rede Tv Ryukendo foi um sucesso a culpa foi da propria emissora que nao soube usar o produto que tem.
    Ate parece que um bando de fas ira fazer algo.
    E nunca vi isso no orkut e olha que participava ativamente dos grupos de tokus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos lá?? ONDE que eu disse no texto que Ryukendo foi cancelado por causa desse boicote?? MUITO pelo contrário. Eu deixei BEM claro que a audiência de Ryukendo foi a MAIS alta da emissora e que a mesma não soube aproveitar. E sim. Teve boicote a Ryukendo na maior comunidade do Orkut sobre tokus sim. Um MONTE de gente testemunhou isso. Mas claro que a Rede TV não levou em conta esse "boicote". Afinal, o que é meia dúzia de gatos pingados quando a vasta maioria estava dando audiência na emissora. Agora, pare de ser do contra em TUDO que o povo posta nessa toku-net, pois está ficando feio e só está queimando o teu filme. Você acha que sabe de tudo, mas não sabe de nada. É um zé-ninguém. Por isso que NINGUÉM te leva a sério na toku-net no Facebook. Pára de achar que é bonito ser "do contra", pois, na verdade, está feio... só está queimando o teu filme. Capicce???

      Excluir
    2. Houve sim, e eu fui TESTEMUNHA OCULAR desse boicote vindo desse grupo que era o maior sobre tokusatsus no orkut naquela época.

      Excluir
  8. Excelente matéria! Bate em muitos pontos que deveriam ser concenso geral, mas infelizmente parece que nunca serão.

    A questão é que o brasileiro de uma forma geral, não entendeu que a Internet não foi feita pra libertinagem, mas pra interação, conhecimento/informação, com respeito.

    A coisa vem piorando cada vez mais, acompanhada pelo Português errado, por "falar" com os japoneses na nossa língua, até mesmo porque dizer que gostam de Tokusatsu e assistirem só Changeman e Jaspion.

    A bem da verdade, ninguém é obrigado a curtir ou não. Mas sendo um gênero de entretenimento bom, grátis (porque tem o povo que legenda e perde horas de descanso pra poder fazer de graça), e já que nossa televisão aberta é um lixo (a fechada também), é uma escapatória para diversão em um final de dia para eliminar o estresse do trabalho.

    Depois de um tempo, quem comanda grupos deve respeitar os fãs que não quiseram continuar acompanhando e evoluindo ao assistir as séries, mas precisamos focar em mostrar aos fãs novos, e aos que curtem, tudo o que a produção japonesa consegue fazer de melhor, ou de pior.

    Mas só uma crítica (na verdade, besteira) ao Rodrigo. Tem novela boa hoje sim. As Turcas são bem legais XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHHAHHHAHAHHAHAHHAHAHHAHA... eu sei que tem novelas japonesas da atualidade que são boas... eu gosto, pelo menos... :v

      Excluir

- Copyright © Rampage Subs - Rampage Subs - Powered by Blogger - -